Início DESTAQUES PETA compra ações do Facebook para aumentar visibilidade dos direitos animais

PETA compra ações do Facebook para aumentar visibilidade dos direitos animais

795
0

Clicar sobre a imagem para editar ou atualizar.

Remover imagem destacada

A organização pelos direitos animais PETA comprou ações do Facebook na esperança de promover suas campanhas de defesa aos animais e aumentar a visibilidade da causa na rede social. Essa medida foi tomada depois de uma série de conteúdos postada pela PETA ter sido reprimida, censurada e até mesmo tirada do ar – acusada de “fake news”.

As ações adquiridas permitem agora que a organização participe das reuniões anuais do Facebook, faça pergunta aos executivos e envie resoluções aos acionistas.

Em 2015, a plataforma começou a colocar mensagens de avisos em vídeos considerados chocantes, violentos ou ofensivos. Os usuários passaram a escolher se queriam assistir aos conteúdos dos vídeos ou não. Em um comunicado, a PETA afirmou que a censura limitou consideravelmente o alcance de suas publicações.

“O objetivo da PETA é parar o sofrimento dos animais, e contamos com as redes sociais para levar informações para as pessoas”, declarou a organização. O Instagram, que é propriedade do Facebook, também costuma censurar suas publicações.

O compartilhamento de vídeos, fotos e informações pelas redes sociais desempenhou nos últimos anos um papel enorme na missão da PETA de acabar com a exploração dos animais. “As pessoas devem ver o que os animais enfrentam em laboratórios, fazendas e matadouros”, afirmou a vice-presidente da PETA, Tracy Reiman.

A organização pediu para que o Facebook se espelhe na política do Twitter, onde os usuários podem escolher por conta própria se querem ou não os avisos de conteúdo sensível em seu feed.

Foto; PETA

Fonte: anda.jor.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui