Início NOTÍCIAS ONG publica Carta Aberta à juíza que decidirá o destino da orangotango...

ONG publica Carta Aberta à juíza que decidirá o destino da orangotango Sandra

336
0

Clicar sobre a imagem para editar ou atualizar.

Remover imagem destacada

O Secretário Geral do GAP – Great Ape Project (Projeto dos Grandes Primatas), dr. Pedro A. Ynterian, publicou no site da organização uma carta aberta dirigida à juíza argentina Elena Liberatori, a quem caberá decidir o futuro da orangotango Sandra, que vive no Ecoparque de Buenos Aires, e que teve a condição de “pessoa não humana” reconhecida pela justiça da Argentina.

Na carta, o dirigente solicita à magistrada que Sandra seja encaminhada para um dos dois santuários aptos a recebê-la no Brasil: o Santuário de Grandes Primatas de Sorocaba e o Santuário do Paraná. Segundo Ynterian, a opção que está sendo considerada, de encaminhar Sandra para a Flórida, não é adequada, seja pela longa viagem a que Sandra seria submetida, seja pelas instalações inapropriadas do local a ela reservado nos EUA.

Leia a íntegra da carta abaixo:

A Juíza Elena Liberatori, chefe do Tribunal de Justiça Nº 4 de Assuntos Administrativos e Tributários de Buenos Aires, Argentina, em 2015 fez história na legislação mundial, reconhecendo a Orangotango Sandra, 25 anos no zoológico de Buenos Aires, no bairro de Palermo, personalidade jurídica a ser julgada por um Tribunal Humano e, conceder a ela a liberdade da vida escrava, que ela tinha em exposição pública.

O Zoológico de Buenos Aires está agora na fase de conversão do Zoológico em Ecoparque, eliminando a exposição de animais. Alguns animais já foram negociados e transferidos para outros centros zoológicos do mundo, mas Sandra continua sozinha e aguardando seu destino e sua liberdade.

O Ecoparque decidiu enviá-la para um Santuário no estado da Flórida, Estados Unidos, que possui Orangotangos e Chimpanzés, mas para entrar na fronteira com a América do Norte, é necessário um processo complicado e demorado, que põe em risco a vida da própria Sandra e onera os cofres do município de Buenos Aires, em um momento de grande crise financeira.

Como forma de assessorar à Ilustre Juíza e informar à opinião pública Argentina, que criticou fortemente as decisões que o Ecoparque de Palermo impôs, sem poder explicar claramente o motivo da opção norte-americana, quando no Estado do Paraná, a duas horas de voo de Ezeiza e com o custo total assumido pelo Santuário Brasileiro, a opção foi descartada. Nós comparamos as duas opções.

Ilustre Juíza, por favor, veja esta comparação nas opções: QUAL É A MELHOR ESCOLHA PARA SANDRA?

Ilustre Juíza, a decisão do Ecoparque de Palermo, não tem base técnica e coloca Sandra, que já tem idade suficiente, diante de um processo que pode afetar sua saúde e até sua vida. Quando o Ecoparque enviou um veterinário para avaliar os Santuários Brasileiros, a única pergunta que eles nos fizeram foi: se tínhamos recintos com árvores, mostramos algumas opções. A opção da Flórida, não possui árvores em nenhum recinto, são cúpulas metálicas, túneis e passagens metálicas para se comunicar. Já com essa contradição, podemos interpretar que existem interesses não técnicos, para decidir pela opção mais complicada, mais atrasada e mais cara. Por favor, não se deixe enganar por supostas razões técnicas que não existem.

Os dois Santuários Brasileiros, de Sorocaba e Paraná, são locais de excelência, entre os melhores que existem no mundo para hospedar os Grandes Primatas. Não existe Santuário na América do Norte e no mundo, melhor do que os dois Santuários mencionados, posso garantir que conheço alguns deles. Dada a importância do evento, desde já, a convidamos oficialmente para que nos visite e verifique “in loco” a verdade dos fatos, para que possa tirar suas próprias conclusões. Tudo por nossa conta e encargos.

Considere também que, a partida de Sandra para o Paraná ajudará na sobrevivência de outra Orangotango solitária, que mora lá, Katai, que veio do zoológico de Brasília. Sua decisão para o Santuário do Paraná, fará um imenso bem a dois seres que têm anos de solidão insuportável.

Ilustre Juíza Elena Liberatori, pense bem antes de tomar uma decisão final, o que além de onerar o povo Argentino sem necessidade, em uma situação tão angustiante, coloca em risco a própria vida de Sandra, que V. Sa. libertou há 4 anos e lhe garantiu uma vida digna.

Aguardamos a sua decisão sábia!

Dr. Pedro A. Ynterian
Secretário Geral
Projeto GAP International

Fonte e foto: Projeto GAP

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui