Início NOTÍCIAS Mais de 40 animais com indícios de maus-tratos são resgatados em Criciúma,...

Mais de 40 animais com indícios de maus-tratos são resgatados em Criciúma, SC

15
0

Na sexta-feira, dia 14, um grupo de protetores de animais, com apoio da Fundação Municipal de Meio Ambiente de Criciúma (Famcri), da Polícia Militar (PM), Polícia Civil e demais voluntários, resgataram 44 animais em uma residência no bairro Progresso, em Criciúma. Os bichos, sendo 41 cães e três gatos, estavam em situação de maus tratos e subnutridos.

Os animais estavam em uma casa de propriedade de uma mulher, de 56 anos, que foi autuada e responderá por maus-tratos de animais. Ela mantinha os cachorros e gatos em um local onde não havia as condições necessárias para manter os bichos saudáveis e alimentados adequadamente.

Continua após anúncio

Fim do anúncio

“Fizemos uma reunião, fomos até a Famcri e chamamos a polícia para nos acompanhar. Somos em quatro protetoras independentes e vamos cuidar desses animais em nossa casa”, explicou uma das voluntárias que coordenaram o resgate, Aline Custódio.

A vistoria conjunta é muito importante por que a nossa equipe consegue verificar todas as situações envolvidas, administrativa, civil e criminal”, destacou Anequésselen Bitencourt Fortunato, presidente da Famcri. O crime de maus tratos de animais pode render detenção de seis meses a um ano e multa de R$ 500 a R$ 3 mil por cada animal.

Pedido de ajuda

Até que todos os bichos sejam adotados, precisarão ficar nas casas das protetoras independentes. Para isso, o grupo pede por apoio para interessados em colaborar com doações. “Precisamos de ração e medicamentos para pulga. São materiais que necessitamos com urgência para o cuidado de todos os animais resgatados”, puntou Aline. Doações em dinheiro também podem ser feitas por meio de depósito de conta bancária.

Segundo a Famcri, no caso desta sexta-feira, o Ministério Público será acionado para efetuar uma invetigação. Quanto aos animais, eles devem permanecer nos lares temporários. Quem desejar adotá-los, pode entrar em contato pelo telefone (48) 999504440.

Denúncias de casos como estes podem ser feitas por qualquer pessoa que tomar ciência de maus-tratos ou de abandono. O denunciante deve registrar um Boletim de Ocorrência (B.O.) em uma Delegacia de Polícia para que o caso seja averiguado, e ter o máximo de provas possíveis, como o laudo de um veterinário, fotos, filmagens ou uma outra testemunha. Todas as denúncias poderão ser feitas de forma sigilosa. Em Criciúma, as denúncias podem ser feitas através do telefone 156 ou pelo fone (48) 3445-8811, ambos números da Famcri.

Conta bancária:

  • Banco: Caixa Econômica Federal
  • Conta Poupança: 310652
  • Agência: 0415
  • Operação: 013
  • CPF: 062.159.499-73

Fonte e foto: Engeplus

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui