Início NOTÍCIAS Gato é esfaqueado em Parintins (AM) e voluntários pedem ajuda no tratamento

Gato é esfaqueado em Parintins (AM) e voluntários pedem ajuda no tratamento

10
0

Na noite da última quinta-feira (28), um gato adulto levou três facadas em Parintins (distante 369 km de Manaus). O animal sobreviveu ao ataque, foi encontrado e entregue ao ‘Anjos de patas’, um grupo voluntário e defensor da causa animal. O autor do crime segue desconhecido.

O gato foi adotado e ganhou o nome de ‘Elfo’. No mesmo dia em que foi encontrado, ele foi internado na Associação Patinhas Unidas Parintins (Apup), uma organização sem fins lucrativos. Lá, o animal foi medicado e precisou passar por cirurgia.

“Ele já está bem melhor, mas ainda está dopado. A dona dele e eu estamos fazendo orçamento de remédios, porque agora ele precisa iniciar um tratamento para se recuperar. Estamos na luta a procura de doações para essas medicações”, diz Marília Marinho, voluntária do Anjos de Patas.

Ela diz que a cirurgia, os remédios e a castração que precisou ser feita custarão R$ 400 e a nova dona não tem condições de arcar sozinha com os custos. Por isso, Marília está ajudando a conseguir suporte para que o tratamento do gato possa ser pago e ele consiga se recuperar.

Quem quiser e puder ajudar, o telefone para doações é o (92) 99357-7591 (falar com Marília). Se você morar em Parintins, pode ir até até a rua Mário Jorge Cabral de Melo (rua 6), no bairro Itaúna 2, onde o gato segue internado.

O art. 32 da Lei 9.605/1998 (Crimes Ambientais) caracteriza como crime maltratar animais, ferir ou mutilar. A lei serve para o caso de animais silvestres, domésticos ou domesticados, de nativos a exóticos. Quem comete o crime, pode sofrer reclusão de três meses a um ano e pagar multa.

Desde o início de março, a Policia Civil do Amazonas disponibiliza uma nova forma on-line e anônima para denunciar crimes contra animais, como abandono e maus-tratos. Basta acessar o site da Delegacia Interativa, ir na aba ‘crimes contra animais’ e preencher a ocorrência.

Fonte e foto: Em Tempo

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui