Início DESTAQUES Cãozinho chora após ser obrigado pelo próprio tutor a comer pimenta

Cãozinho chora após ser obrigado pelo próprio tutor a comer pimenta

9
0

Reprodução

Um cachorro da raça pastor alemão foi obrigado pelo próprio tutor a comer uma tigela repleta de pimenta durante uma transmissão ao vivo. Lamentavelmente, durante a pandemia, vídeos de tutores forçando e incentivando seus animais a comerem grandes quantidades de alimentos ou comerem coisas impróprias se tornaram populares nas redes sociais chinesas.

Os vídeos de maus-tratos surgiram como parte de um movimento de crítica contra uma política atual do governo chinês de reduzir o desperdício de alimentos. O pastor alemão foi obrigado a comer um prato típico chamado de Chongqing Chilli Chicken, uma refeição regional extremamente picante e cheia de pimentas cruas e vermelhas. Enquanto mastiga, o cão chora e o seu tutor ri.

Um outro vídeo que viralizou mostra dois cachorros sendo incentivados a comer 38 tipos de lanches e bebidas em um “desafio alimentar”. Outras imagens também feitas na China exibem um homem obrigando um husky siberiano a comer doces e fechando a boca do animal para obrigá-lo a engolir. É nítido que os animais estão sendo humilhados e abusados apenas por audiência em redes sociais.

Uma iniciativa que defende os direitos animais afirma que “esta é apenas uma nova maneira de abusar de animais. Eles não merecem ter animais domésticos, que bando de bastardos de sangue frio! Pobres animais, eles confiam em seus tutores incondicionalmente, mas os guardiões apenas os usam como vacas leiteiras [os tutores os enxergam como uma fonte de lucro]”.

O tutor do pastor alemão tentou justificar os maus-tratos afirmando que o cachorrinho gostava de comer pimenta, mas foi duramente criticado. Ele excluiu o vídeo. Ativistas em defesa dos direitos animais estudam pedir ajuda à Justiça para que o animal seja retirado da tutela do homem. 

Fonte: anda.jor.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui