Início NOTÍCIAS Morre cadela explorada em missões de resgate em Brumadinho e Mariana

Morre cadela explorada em missões de resgate em Brumadinho e Mariana

25
0

(Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Uma cadela que foi explorada em missões de salvamento e resgate morreu na última sexta-feira (8) de causas naturais. Bala, como era chamada, salvou a vida de muitas pessoas, mas para isso foi forçada a arriscar a própria vida e a deixar de lado suas vontades e desejos ao ser obrigada a viver em prol dos interesses humanos.

Com 12 anos de idade, a cadela era tutelada pelo Corpo de Bombeiros do Espírito Santo. Bala foi obrigada a participar de ações de combate a enchentes no estado onde vivia, além de ter participado das buscas por sobreviventes nas cidades de Brumadinho e Mariana, em Minas Gerais, após o rompimento de barragens de mineradoras.

A cadela, que é da raça pastor alemão, foi a primeira no Espírito Santo a ser treinada para missões de resgate. Para atuar nesse segmento, os cães são submetidos a treinamentos desde filhotes. Impedidos de viver uma vida normal, realizando atividades comuns aos cachorros, eles passam a executar comandos, atuando em ações que não lhes trazem qualquer benefício – pelo contrário, os expõe a riscos.

Nas redes sociais, o Corpo de Bombeiros do Espírito Santo homenageou a cadela e disse que ela “dedicou toda sua existência em salvar vidas humanas”. Bala, no entanto, não fez essa escolha de se dedicar a tal atividade, mas teve que executá-la por conta de decisões tomadas pelos seres humanos – que repudiam o trabalho forçado quando imposto à própria espécie, mas fazem isso com outros seres vivos.

Fonte : anda.jor.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui