Início NOTÍCIAS Cavalos usados em passeios turísticos em Jericoacoara são recolhidos para sacrifício, sob...

Cavalos usados em passeios turísticos em Jericoacoara são recolhidos para sacrifício, sob protestos de tutores; animais estão doentes, segundo Adagri

107
0

Tutores de cavalos usados em passeios turísticos na Vila de Jericoacoara, no Ceará, publicaram vídeos nas redes sociais protestando contra o recolhimento dos animais por fiscais da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri) para serem sacrificados. Segundo a agência, a medida foi tomada após os cavalos terem sido identificados como doentes, necessitando o sacrifício.

 “Olhem aí a nossa triste realidade aqui na Vila de Jericoacoara, onde um pai de família não pode trabalhar. Os nossos animais aí sendo entregues para o sacrifício sem ter direito nem a um reteste. Vão ser abatidos, mortos de forma cruel, sem a gente poder fazer nada, e os pais de família ficando sem seu ganha-pão”, protestou um dos tutores dos equinos durante a gravação do vídeo.

A prefeitura de Jijoca de Jericoacoara, por meio do Secretário de Agricultura e Abastecimento do município, José Calixto de Brito Neto, esclareceu que entrou em contato com Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri), para entender os motivos que levaram a uma ação do governo para a retirada de alguns animais da Vila de Jericoacoara. A Adagri informou a prefeitura que os animais foram atestados com Anemia Infecciosa Equina (AIE) e o mormo, doença que pode ser transmitida ao ser humano.

A Agência informou que deve prestar mais esclarecimentos sobre a situação.

A doença

A Anemia Infecciosa Equina (AIE) é uma doença viral crônica causada por um vírus, limitada a equinos, asininos e muares. A principal característica são episódios periódicos de febre, anemia, depressão, edema e perda de peso. A doença já é encontrada em todo o território nacional, não tem tratamento nem vacina, portanto o controle dos animais positivos é feito pelo sacrifício.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (MAPA) preconiza o sacrifício e interdição da propriedade, quando for detectado foco positivo de AIE.

Fonte: G1

Nota do Olhar Animal: De um lado, pessoas que exploram os cavalos para tração e montaria, infligindo os maus-tratos aos cavalos inerentes à atividade. De outro, agentes públicos com sua ética rasa e que não tem competência para enfrentar doenças sem apelar para o cômodo e vergonhoso extermínio de animais.

 

Programa Mundo Animal na rádio Mares do Sul 87,9 de Marechal Deodoro Alagoas  das oito as nove aos sábados.( está no aplicativo rádios net  e no www.mundoanimalmaceio.com.br)

 Quem não ama os animais jamais vai amar o semelhante”.

Colaboradores do  programa Mundo Animal ano XXI :

Vereador por Marechal Deodoro  André Bocão  deseja um FELIZ NATAL para todos

Consultório veterinário dr Marcelo Lins   99981 5415

@defesaanimalemacao

Comissão do Bem Estar Animal da OAB Alagoas- presidente dra Rosana Jambo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui