Início NOTÍCIAS Cão ferido com golpes de facão recebe alta após ficar intubado

Cão ferido com golpes de facão recebe alta após ficar intubado

83
0

Foto: Reprodução/EPTV

‘Espeto’ o cão agredido com golpes de facão em Campo Belo (MG) já se recupera na casa da tutora, após ficar intubado durante a internação. O animal sofreu agressões de um homem de 62 anos, que alegou que estava defendendo um de seus gatos. O suspeito foi preso, mas posteriormente colocado em liberdade para responder o processo.

O cachorro ficou com ferimentos na cabeça devido às agressões. Após ser liberado para a tutora, ela relatou emoção ao buscá-lo no veterinário e também choque quando soube do que aconteceu com o animal doméstico.

“Fiquei sem acreditar, fiquei em choque, porque tinha dado falta do cachorro que havia fugido. Achei que estava passando por um filme de terro, porque nunca vi tanta barbaridade. Chorei de alegria e emoção na hora que fui buscar ele no veterinário. Chorei de emoção ao ver ele em pé. Embora, todo machucado. Quero que ele recupere logo, que volte a ser aquele cachorro esperto que ele sempre foi”, disse a bióloga Liliam Maria Naves Vilela.

O crime aconteceu na última terça-feira (25), quando ‘espeto’ havia fugido da casa da dona e acabou ferido em uma rua de Cambo Belo. Ele sofreu vários golpes do suspeito de 62 anos.

Quem socorreu o cão foi uma estudante que passava pelo local de carro junto com o namorado. Eles pararam o carro e voltaram para ajudar ‘espeto’.

“Na hora fiquei sem entender o que estava acontecendo, vi muito sangue. Em um primeiro momento ficamos sem entender o que estava acontecendo. O cachorro estava imobilizado e ele [agressor] batendo. Eu tinha passado a esquina e retornei. Foi muito rápido, pedi toalha, pano para estancar”, relembrou Ana Carolina Cardoso Teixeira.

Suspeito em liberdade

A lei 14.064/2020 aumentou a pena para maus-tratos a cães e gatos. Quem comete esse crime será punido de dois a cinco anos de reclusão, multa e proibição da guarda. E se o crime resultar na morte do animal a pena pode ser aumentada em um terço.

O homem de 62 anos, suspeito pelas agressões em ‘espeto’, foi preso pelo crime e posteriormente colocado em liberdade.

“O suspeito, o investigado, foi preso pela Polícia Militar em razão desses maus-tratos e a prisão foi ratificada pela Polícia Civil. Ele foi encaminhado ao sistema prisional, mas, ontem [quarta-feira], ele recebeu um alvará de soltura através do Instituto de Liberdade Provisória, que permite responder o processo em liberdade até a sentença penal transitada em julgado”, explicou o delegado de Campo Belo, Alessandro Mior Gambogi.

Segundo o delegado, o suspeito negou que tenha tido intenção de matar o cachorro e disse que o ato foi de defesa.

“O investigado negou a intenção de matar o animal, ele disse que possui gatos de estimação e o cachorro fugiu da casa da tutora, matando um dos gatos que ele possui. Ele disse que agiu para tentar salvar a vida do gato e desferiu esses golpes com uma faca para defender-se, porque ele alegou que foi mordido, e para defender o seu animal também”.

Fonte: G1

 

Programa Mundo Animal ano XXII na rádio Mares do Sul FM 87,9 de Marechal Deodoro Alagoas  das oito as nove aos sábados.( está no aplicativo rádios net  e no www. mundoanimalmaceio.com.br)

NÃO COMPRE…….ADOTE… NÃO SE COMPRA UM AMIGO.

Comissão de Bem Estar Animal da OAS (AL) presidente dra Adriana Alves

@defesaanimalemacao ( 82 98778 0221 )

Colaboradores do  programa Mundo Animal ano XXII :

Vereador por Marechal Deodoro  ANDRÉ BOCÃO – gente da gente –  #colacomagente #andrebocao #marechaldeodoro

Consultório veterinário dr Marcelo Lins   99981 5415

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui