Início DESTAQUES Cachorra caminha 32 km para encontrar família que a abandonou após a...

Cachorra caminha 32 km para encontrar família que a abandonou após a mudança

316
0

Uma cachorrinha leal e ferida caminhou 200 quilômetros pelas florestas siberianas na Rússia, evitando ursos e lobos enquanto tentava desesperadamente ir para casa, encontrar o tutor que a rejeitou.

Maru, um Bullmastiff de um ano de idade, tinha sido colocada no trem trans-siberiano para levá-la de volta ao abrigo onde ela morava depois que seu tutor havia dito que era alérgico a ela e não queria mais ficar com ela.

Mas ela conseguiu escapar do trem, que estava indo para o oeste de Krasnoyarsk para Novosibirsk, quando ela usou suas patas para abrir uma porta do compartimento e fugiu quando vagão parou em uma estação remota perto de Achinsk.

A equipe de trem gritou desesperadamente após o Maru pular da plataforma, mas sem sucesso.

Em Novosibirsk, a responsável pelo abrigo de onde Maru veio, Alla Morozova, organizou uma equipe de busca para encontrar a cachorrinha perdida e pediu informações dela nas mídias sociais.

E surpreendentemente, dois dias e meio depois, Maru foi descoberta, exausta e ferida em uma propriedade industrial, perto da casa do tutor que a havia rejeitado após apenas seis meses de convivência.

A cachorrinha parecia estar “em lágrimas” quando foi encontrada.

Descrita como um exemplo de fidelidade e amor à sua família, Caitlin recebeu pedidos de adoção de todos o país – e ela encontrou o lar perfeito, com uma família muito amorosa e que jamais a abandonará. Cathleen em breve estará indo para o Texas para começar sua nova vida.

Milhões de cães e gatos desabrigados vagam pelas ruas no mundo todo, sempre é possível fazer algo para garantir que os animais amorosos e fiéis, assim como Cathleen, também tenham seu final feliz.

Quando uma família pensa em receber um companheiro de quatro patas em sua casa, a adoção pode tirar um desses animais das ruas ou dos abrigos. Animais não são produtos para serem comprados.

A adoção é um compromisso vitalício. Se por algum motivos for impossível adotar um animal, os abrigos e ONGs sempre estão precisando de voluntários para ajudar em uma variedade de tarefas. Animais se beneficiam de carinho e amor e estão sempre pronto a recebê-los e oferecê-los.

Embora a viagem de Cathleen não tenha tido o resultado que ela desejava, a cachorrinha encontrou uma nova família e será muito feliz ao lado deles. Porém muitos animais em situação de rua não tem a mesma sorte.

Não vire o rosto ou finja que não viu ao se deparar com um animal em situação de rua em necessidade, eles sofrem, amam, sentem fome, criam vínculos e adoecem como nós. Toda vida é valiosa e colaborar para o bem comum, tanto de humanos como de animais, nós tornam pessoas melhores.

Foto: One Green Planet

Fonte: anda.jor.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui