Início NOTÍCIAS Campanha arrecada recursos para tratar cadela jogada de viaduto em Recife, PE

Campanha arrecada recursos para tratar cadela jogada de viaduto em Recife, PE

311
0

Clicar sobre a imagem para editar ou atualizar.

Remover imagem destacada

A tutora de uma cadela poodle que, segundo testemunhas, foi arremessada do alto do Viaduto Tancredo Neves, na Imbiribeira, Zona Sul do Recife, lançou uma campanha para arrecadar recursos para o tratamento do animal, que teve uma grave lesão na coluna e não vai voltar a andar. Um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Polícia do Meio Ambiente (Depoma) e o caso será investigado pela delegada Beatriz Gibson.

De acordo com a tutora de Carneirinho, Renata Marques de Barros, que cuida da cadela há dez anos, ela costumava dar pequenos passeios pela vila onde mora. Na sexta-feira (19), porém, o animal não retornou. “Estranhei, comecei a procurá-la por perto e comecei a minha luta nas redes sociais. Alguém a reconheceu porque viu a postagem feita pela pessoa que a socorreu e assim eu sobe o que tinha acontecido”, conta Renata, que reencontrou Carneirinho em uma clínica.

Além de tentar arrecadar os R$ 7 mil para pagar as contas no veterinário, ela também está empenhada em conseguir imagens de câmeras de segurança da região que possam comprovar o crime de maus-tratos e identificar o autor. Renata classificou o caso como “uma atrocidade”. Além da lesão que fraturou a coluna, Carneirinho também sofreu hemorragias e danos na bexiga e no intestino, mas se recupera bem.

O animal foi recolhido por uma travesti que faz ponto embaixo do viaduto e procurou ajuda em uma loja de materiais veterinários nas proximidades, onde relatou ter visto uma pessoa pegar a cadela, colocá-la em um carro branco, subir no viaduto e jogá-la de cima do elevado. Sem andar e com muita dor, Carneirinho foi acolhida pelo dono do estabelecimento, José Luiz Schueda, que a levou até uma clínica veterinária.

“No momento em que eu me deparei com ela, já sem movimentos, peguei uma maca da própria loja e a transportei para uma clínica que tem condições de fazer esse tipo de atendimento”, conta Schueda, dono de uma distribuidora de materiais veterinários. “Ela teve uma ruptura vertebral muito séria e não vai mais poder andar, mas a notícia boa é que ela está viva e se recuperando”, lamenta ele.

Schueda também cobra a apuração do caso para que se comprove a ocorrência de um crime e a consequente punição de eventuais culpados.

Quem quiser ajudar no custeio do tratamento de Carneirinho, pode contribuir por meio da vaquinha criada pela tutora do animal.

Fonte e foto: OP9

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui