Início DESTAQUES Vizinhos resgatam e cuidam de cachorro de idosos mortos em deslizamento no...

Vizinhos resgatam e cuidam de cachorro de idosos mortos em deslizamento no Recife

305
0

Clicar sobre a imagem para editar ou atualizar.

Remover imagem destacada

Os vizinhos dos idosos que morreram em um deslizamento de uma barreira no Passarinho, no Recife, na quarta-feira (24), resgataram com vida o cachorro do casal e estão cuidando dele. Além de Natalício Vicente da Silva, de 69 anos, e Ivonete Maria da Silva, de 63 anos, outras dez mortes foram registradas devido às chuvas no Grande Recife.

As chuvas deixaram ainda, mais de 1,2 mil pessoas desalojadas, segundo a Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco. Cidades do Grande Recife e da Zona da Mata decretaram situação de emergência por causa das chuvas.

Vizinho do casal, Paulo André ficou cuidando do cachorro, chamado Pingo. Na quinta-feira (25), ele contou que ainda não conseguiu falar com a família do casal, mas que gostaria de ficar com o cão, caso eles não tenham como ficar.

“Vou falar com os filhos para ver se vão cuidar de Pingo. Se não quiserem, eu mesmo fico”, afirmou Paulo André.

O cachorro foi encontrado com muito medo enquanto os vizinhos tentavam resgatar o casal de idosos, segundo André. “Começaram a mexer no telhado e encontraram o cachorro quieto, calado”, lembrou. O pote que os donos usavam para colocar a ração do animal também foi encontrado cheio de barro.

“Todo dia, ‘seu’ Natal vinha com Pingo aqui, soltava um pouco e depois colocava a coleira de novo para ir fazer compras”, recordou Paulo André.

Segundo vizinhos, o casal de idosos morava juntos numa casa no bairro do Passarinho há cerca de quatro anos. Eles haviam se mudado da antiga residência para se proteger de possíveis deslizamentos na área.

Ainda de acordo com moradores do bairro, o casal era querido no local. Ao saber do acidente, fizeram uma espécie de força-tarefa para encontrar os corpos, mas só conseguiram com a ajuda do Corpo de Bombeiros.

Os dois corpos foram encontrados lado a lado e foram levados ao Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, no Centro.

Por Clarissa Góes, TV Globo

Fonte e foto: G1

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui