Início NOTÍCIAS Animais de grande porte são resgatados das ruas e recebem tratamento em...

Animais de grande porte são resgatados das ruas e recebem tratamento em Jaboatão dos Guararapes, PE

266
0

Clicar sobre a imagem para editar ou atualizar.

Remover imagem destacada

Para diminuir a população de animais de grande porte abandonados, uma parceria entre a ONG World Veterinary Association, conhecida como Veterinários Sem Fronteira, com sede na Bélgica, e a Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes está realizando atendimento gratuito em cavalos. A ação aconteceu na terça-feira (24) e quarta(25), das 8h às 16h, no estacionamento do Palácio da Batalha, em Prazeres. A equipe realiza avaliações clínicas, tratamento dos cascos e lesões, cuidado dentário, além de vacinações contra doenças infecciosas que podem ser transmitidas entre animais e humanos, as zoonoses.

O atendimento está sendo realizado nos animais que foram resgatados em situação de abandono ou maus-tratos e também naqueles equinos levados pelos proprietários que buscam orientação sobre os cuidados. “A gente gostaria de fazer mais coisas, como raio-x, ultrassom, exames de sangue para dar mais assistência. O que a gente pode fazer, como orientação de manejo, limpeza dos dentes, aplicação de veneno para matar carrapato, também colabora para mudar a realidade desses animais na região”, comentou a veterinária Isabelle Tancioni, que atua como voluntária da ONG.

Desde fevereiro deste ano começou a funcionar a Coordenadoria de Defesa do Animal de Grande Porte no município, que monitora os equinos que estão soltos nas ruas. Equipes da Coordenadoria fazem o recolhimento dos bichos e encaminham para um sítio mantido pela Prefeitura, onde recebem atendimento médico e são reabilitados. Os proprietários têm um prazo de 60 dias para buscá-los após o pagamento de uma multa por abandono, maus tratos e deixar o animal transitar em via pública, que pode variar de R$ 500 a R$ 3 mil dependendo da gravidade. Os cavalos que não são resgatados por seus donos ficam disponíveis para adoção.

O assistente técnico de proteção animal da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, Manoel Tabosa, lembra que o abandono de animais provoca risco tanto à população, podendo provocar acidentes de trânsito e transmitir doenças, como causa prejuízos à saúde dos cavalos, que ficam expostos a sofrimentos e alimentação inadequada. “A cidade de Jaboatão, como todas da Região Metropolitana estava um caos por conta desses transtornos. A partir da criação da Coordenadoria e da atuação da guarda ambiental, esses animais são recolhidos e só podem ser levados para áreas rurais de outros municípios”, explicou.

Todos esses animais foram cadastrados em um banco de dados do Sistema de Identificação Digital (SID) com dados sobre o dono do animal, o histórico e informações de saúde para que possam ser monitorados e os órgãos tenham maior controle e acesso ao responsável pelos cavalos, caso sejam encontrados novamente nas ruas. A população que encontrar animais soltos nas ruas de Jaboatão devem ligar para o telefone 99722.9780 e acionar o grupamento do meio ambiente.

“Têm aparecido muitos animais feridos, mutilados e com todos os sintomas de maus tratos, o que é um crime. E dentro da lei, estamos trabalhando para coibir esse tipo de ação. Em Jaboatão já tem diminuído muito com a blitz do carroceiro, que é feita duas vezes por semana com a guarda ambiental, em que paramos as carroças e examinamos os cavalos. Isso está dando certo e os cuidadores estão entendendo como cuidar melhor do animal”, reforça Manoel Tabosa.

Serviço

  • Jaboatão reforça atendimento veterinário e lança Sistema de Identificação Digital (SID)
  • No Palácio da Batalha – Avenida Barreto de Menezes, 1648 – Prazeres
  • Dias 24 e 25 de setembro de 2019
  • Das 8h às 16h

Fonte e foto: Diário de Pernambuco

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui