Início DESTAQUES Adolescentes compartilham nas redes sociais vídeo de abuso de cachorro filhote

Adolescentes compartilham nas redes sociais vídeo de abuso de cachorro filhote

229
0

Por

Eliane Arakaki, ANDA

As imagens foram amplamente visualizadas on-line e provocaram indignação nos usuários das redes sociais que demostraram temor de que o animal tenha sido submetido à dor ou exposto a drogas.

Clicar sobre a imagem para editar ou atualizar.

Remover imagem destacada

Foto: Eats Idaho News

Um grupo de abusadores de animais foi filmado rindo enquanto aparentemente tentava fumar a pata de um filhote de cachorro.

Os fumantes não identificados, são de Idaho Falls, no estado de Idaho, nos Estados Unidos, gravaram a si mesmos batendo (como se estivessem batendo brasa) um cigarro eletrônico no pé do animal e depois tentando beber um líquido amarelo acastanhado que havia se acumulado nele.

Eles compartilharam seus atos na rede social Snapchat, com a legenda “Ele vai fumar o cachorro cara”, acompanhada de dois emojis chorando de rir.

O incidente foi amplamente compartilhado on-line e provocou indignação nos usuários das redes sociais que demostraram temor de que o filhote tenha sido abusado, submetido à dor ou exposto a drogas.

O Gabinete do Xerife do Condado de Bonneville resgatou o cão depois que o clipe foi enviado ao jornal East Idaho News.

O filhote é uma cachorrinha e ela está sendo cuidada, e foi anunciado que está segura e bem. Uma mulher que afirma ser mãe de uma das duas garotas retratadas no fundo do vídeo entrou em contato com o News para tentar explicar o vídeo.

 

A mulher sem nome disse: “Você precisa saber que eles sabem que o que fizeram foi extremamente estúpido e perigoso. Eles nunca machucaram animais no passado. Elas são boas garotas. Eu levei o filhote para a ONG e uma investigação está sendo feita.”

Os delegados do Condado de Bonneville agora estão trabalhando para identificar todos no vídeo e tentar estabelecer responsabilidades sobre o ocorrido.

Fonte : anda.jor.br

NOTA DO SITE: assassinas, vagabundas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui