Início DESTAQUES Caso de cachorro que morreu ferido por arma branca revolta protetores de...

Caso de cachorro que morreu ferido por arma branca revolta protetores de animais em Cajazeiras, PB

232
0

A morte de um cão no domingo (02) causou revolta em pessoas que fazem parte de grupos de proteção aos animais da cidade de Cajazeiras.

O animal que aparentemente não tinha tutor foi visto caído numa rua do bairro Cristo Rei com um grande ferimento no pescoço.

Os protetores de animais chamaram um casal de veterinários que constataram que o ferimento provavelmente foi causado por arma branca.

Os veterinários Wagner Pessoa e Cristina Carolino prestaram os primeiros socorros no local, mas, devido ao corte profundo e forte sangramento, o cachorro não resistiu e faleceu. De acordo com Cléo Moura, do grupo S.O.S. Pet, ninguém soube informar quem feriu o animal.

Matança

Em setembro do ano passado, Cléo Moura, que também é coordenadora do Núcleo de Zoonoses da Prefeitura de Cajazeiras, registrou um Boletim de Ocorrência na Central de Polícia Civil após vários cães e gatos aparecerem mortos na cidade, vítimas de envenenamento.

De acordo com Cléo Moura, casos de envenenamento de animais foram registrados em vários bairros, mas foi em um terreno localizado no Centro que a matança foi maior.

“Está se tornando rotina esses tipos de atrocidades cometidas por pessoas ainda não identificadas, que agridem com chutes, facadas, pauladas e envenenamento os animais de ruas de Cajazeiras”, lamentou a protetora.

Por Jocivan Pinheiro

Fonte e foto  Diário do Sertão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui