Início DESTAQUES Cadela é condenada à morte por nascer com rosto diferente

Cadela é condenada à morte por nascer com rosto diferente

154
0

Bruna Araújo | Redação ANDA

Foto: Brianne Miers

A cadelinha Kleo se destaca com o seu rosto completamente diferente e especial. Ela nasceu com uma deformidade facial que a torna única, mas a fez vítima da insensibilidade e abandono. Resgatada por um abrigo em San Antonio, Texas, Kleo chegou a ser adotada e parecia que ela finalmente teria uma família, mas pouco tempo depois ela foi devolvida. Sem esperanças e sem perspectivas, a cadela se entregou à depressão e o abrigo decidiu que ela entraria no corredor da morte.

Felizmente, a história de Kleo chegou até Meagan Hanley, a fundadora do A Place for Ace Resgate em Massachusetts, que decidiu que precisar fazer algo para mudar o destino da cachorra. Após realizar uma campanha, Meagan conseguiu realizar todos os trâmites para trazer Kleo para Massachusetts. A cadelinha foi recebida com amor e carinho e rapidamente encontrou adotantes, responsáveis e dispostos a amá-la acima de tudo na cidade de Boston.

Kleo foi adotada por Brianne Miers e se adaptou rapidamente à nova família. “Kleo tira o máximo proveito de cada dia. Ela realmente tem um gosto pela vida – eu brinco que, quando abro a porta do caixote pela manhã, é como se ela estivesse sendo disparada de um canhão. Ela é uma bola de energia e adora ir, vai, vai. Ela está curiosa sobre todas as novas paisagens e cheiros ao seu redor, e muito inteligente”, disse Miers em entrevista ao The Dodo.

Ela conta ainda que ela tem uma vida normal e saudável. “Ela bufa um pouco quando fica excitada e, devido à sua mordida, pode ficar um pouco atrapalhada ao beber água ou comer uma guloseima crocante. Fora isso, ela é uma cadela normal, feliz e saudável! Felizmente, ela não sabe que é diferente de qualquer outro cachorro. Já vi pessoas olharem duas vezes para ela quando passamos, mas ela continua trotando feliz”, acrescentou.

Miers lamenta que a cadelinha tenha quase morrido apenas por causa do preconceito das pessoas. Ela acredita que nada é por acaso e agora ela terá a chance de florescer e conhecer o amor. “Acho que leva tempo para cães como Kleo encontrarem a combinação certa”, disse Miers. “Ela não é o que a maioria dos adotantes se propõe a encontrar quando começam o processo de adoção, mas ela é tão inspiradora, acho que tem potencial para tocar muitas vidas”, concluiu.

Fonte: anda.jor.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui