Início DESTAQUES Cadela é arremessada de viaduto e morre horas depois de passar por...

Cadela é arremessada de viaduto e morre horas depois de passar por cirurgia, em Fortaleza, CE

196
0

 Foto: Reprodução

Uma cadela foi jogada de cima de um viaduto e morreu horas depois de ser resgatada e levada para uma clínica veterinária, no sábado (20), no Bairro Papicu, em Fortaleza. O caso foi relatado nas redes sociais pelo médico veterinário Rodrigo Macambira, que auxiliou no resgate e participou da cirurgia da cadela. Ela ainda foi batizada de “Hope”, esperança em inglês.

“Queria falar hoje um pouco da minha indignação. Hoje a gente estava correndo ali na Avenida Santos Dumont com Engenheiro Santana Júnior quando uma pessoa teve a capacidade de jogar uma cadela de cima de um viaduto na nossa frente e realmente não tinha como não tomar uma atitude e prestar o primeiro atendimento”, disse o médico.

A Polícia Civil informou que está apurando as circunstâncias do caso de maus-tratos ao animal com o objetivo de identificar a autoria do crime. As investigações estão sendo conduzidas pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA).

Durante o procedimento cirúrgico, a cachorra chegou a ter uma parada cardiorrespiratória e precisou de uma transfusão de sangue. Contudo, horas depois, Hope acabou não resistindo.

Horas depois, o profissional informou o falecimento da cadela Hope. Na publicação, ele agradeceu o apoio recebido e pediu punição para o responsável pelo crime. “Bom gente, essa não era a notícia que eu queria dar, mas infelizmente nossa menina Hope acabou de vir a óbito. A gente tinha esperança de que ela tivesse uma vida e infelizmente isso não foi possível. Eu queria pedir que essa pessoa que fez esse ato pague pelo que fez. Agradeço a todos que se solidarizaram. A nossa esperança é de uma humanidade melhor e pessoas de bons corações”, afirmou.

A prática de abuso e maus-tratos a animais é punida com pena de reclusão de dois a cinco anos, além de multa e a proibição de guarda, de acordo com a Lei 1.095/2019, sancionada em setembro de 2020 pelo presidente Jair Bolsonaro.

Fonte: G1

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui