Início DESTAQUES IGNORÂNCIA :Tereza Cristina é contra campanha da ONU pela redução do consumo...

IGNORÂNCIA :Tereza Cristina é contra campanha da ONU pela redução do consumo de proteína animal

28
0

Giovana Miroslava | Redação ANDA

Foto: Acervo da Câmara

Durante audiência pública na Comissão de Agricultura, Pecuária e Abastecimento da Câmara dos Deputados, realizada na última quarta-feira (05), a ministra Tereza Cristina destacou que os países da América do Sul devem reagir à Cúpula dos Sistemas Alimentares da Organização das Nações Unidas (ONU).

A Cúpula da ONU será realizada em setembro e tem como uma das prioridades apresentar propostas para encorajar os governos a adotarem medidas de desaceleração do consumo de proteínas de origem animal em benefício do meio ambiente.

A audiência foi organizada pela deputada Aline Sleutjes (PSL-PR), que tem defendido a criação do Programa Nacional de Apoio à Pecuária Leiteira.

“É uma cúpula que muito nos preocupa porque um dos temas que estão lá colocados é a diminuição na alimentação da proteína animal, de carne de boi”, declarou Tereza Cristina e chamou a atenção para que os países da América Sul transmitam “uma mensagem única”.

Tereza Cristina também disse que a pecuária é essencial para o Brasil e outros países da América do Sul, deixando claro que não concorda com o incentivo a uma alimentação com menos proteína animal. 

Incentivos ao setor leiteiro

A deputada Aline Sleutjes (PSL-PR) encaminhou em abril deste ano a Indicação 516/2021, em que defende redução de impostos para o setor leiteiro e visa oferecer mais incentivo ao consumo de leite como, por exemplo, através da merenda escolar e de campanhas educativas em parceria com os produtores. 

A deputada também levanta objeção ao uso da palavra leite em produtos de origem vegetal, pois segundo gera “uma competição desarmônica entre produtos de origem vegetal com produtos de origem animal”.

Aline Sleutjes argumenta que é preciso evitar que a população seja “induzida ao erro” em consumir produtos que não são de origem animal. Vale lembrar que o Projeto de Lei (PL) 10556/2018, da atual ministra e ex-deputada federal Tereza Cristina, visa proibir o uso do termo “leite” para produtos de origem não animal.

Fonte: anda.jor.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui